Evolution Marketing

O que as faculdades de Marketing não ensinam…

O que as faculdades de Marketing não ensinam…

Há um ditado popular que diz: "Você quer que alguém lhe dê o peixe ou lhe ensine a pescar?"

Basicamente, isso significa que você pode escolher em receber tudo de mão beijada, sem o menor esforço, ou se empenhar para obter aquele mesmo resultado por conta própria.

As faculdades de marketing são exemplos perfeitos disso, ou seja fazer um curso superior nesta área pode ser o seu caminho para estes lados da mesma moeda.

Você pode absorver todo o conteúdo, porém, não pode ter absoluta certeza que somente com o ensinamento dentro da academia estará apto para atuar com destaque no mercado.

E a situação se afunila ao levar em consideração todos os cursos superiores que tentam lidar com as inovações do mundo digital, precisamente, do marketing digital.

Novos nichos no mercado

O marketing digital é um dos setores que mais crescem no Brasil. Afinal, os brasileiros estão cada vez mais conectados na Internet e com o aumento de renda e melhoria de vida da tão cultuada Classe C, as empresas estão valorizando e dando mais atenção a uma fatia do mercado, que já representa 52% dos acessos no país.

Para os empreendimentos que se adiantaram e enxergaram o potencial do marketing on-line, o salto tem sido excepcional. Vendas crescem, a marca é muito mais reconhecida, existe repercussão nas redes sociais e há o diálogo direto com o consumidor.

Realidade x Academia

Desta forma, as empresas buscam por profissionais adaptados a um mercado em constante inovação e há vagas abertas. Mas, por que? Por que se há demanda e se nunca esteve tão fácil estudar e se especializar ainda há falta de profissionais?

Um dos principais motivos é simples: a maioria das instituições de ensino não consegue acompanhar a evolução tecnologia, simplesmente, estão atrasadas.

Os calouros já estão familiarizados com as novas tecnologias, são usuários compulsivos da internet e das mídias sociais, contudo, não podem ser considerados experts em marketing apenas por isso.

Por exemplo, usar o Facebook diariamente não lhe transforma em um especialista em redes sociais. Não lhe credencia a saber como atrair tráfego ou gerar engajamento com potenciais clientes.

Grande parte destes jovens desconhecem estratégias de marketing digital, não compreendem o comportamento do consumidor e tantos outros assuntos que deveriam ser assunto de matérias acadêmicas.

Muitas universidades não conseguem moldar suas grades disciplinares as frequentes mudanças e inovações do marketing.

É preciso ter contato com o mundo real!

Um outro bom exemplo são as aulas dedicadas ao empreendedorismo. Repassar conceitos teóricos sem relação nenhuma com a realidade regional e nacional não é o bastante.

É preciso estimular o estudante a desenvolver a mentalidade empreendedora, estabelecer um espaço para testes, com auxílio da universidade e contextualização com o que está acontecendo no momento no mercado.

É necessário ir além. Não basta apenas dar as dicas de como empreender, é fundamental buscar o sucesso com criatividade.

Afinal, é esta criatividade, este impulso de investir em novas alternativas que garante o desenvolvimento do setor e a geração de profissionais competentes.

As companhias necessitam de inovações, pois aquelas que tem ousadia para apresentar soluções inéditas ao mercado são as que verdadeiramente se destacam e nisso, as universidades tem extrema responsabilidade.

Diploma é uma parte do processo

Evidentemente, a formação acadêmica é um grande passo para qualquer profissional que deseja alcançar o sucesso em seu ramo.

Contudo, o diploma não deve ser encarado como a garantia de sucesso. Não, para se destacar, o profissional passará por inúmeras provações ao longo de sua carreira que lhe concederam para lidar com as exigências de uma sociedade em intensa renovação.

Enfim, se graduar em um curso superior de marketing ou publicidade é apenas uma etapa de sua jornada, importante, mas, apenas uma dentre muitas.

Por isso, não se acomode e busque por mais conhecimentos práticos, empreenda, arrisque, inove e balize seu conhecimento pelo que você pode gerar de resultados e não pelo acúmulo de informações que você pode adquirir.

Teoria sem prática é o mesmo que multiplicar um bilhão por zero, o resultado será sempre nulo.

 

The following two tabs change content below.
Publicitário de formação, Consultor de Marketing como ofício, empreendedor por vocação. idealizador do portal de Cursos de Comunicação, Marketing e Empreendedorismo EVOLUTION MARKETING.COM.BR

Sem Comentários

Postar uma Resposta